12 OUT | 10h30 | 14h30 | UMA BAILARINA NA ESCOLA de Aldara Bizarro
Escolas | Évora - Espectáculo para crianças


Ficha Artística e Técnica

Concepção e Direcção Aldara Bizarro
Interpretação/Co-criação Yola Pinto
Concepção Musical Anthony Wheeldon e Jesse Chandler
Concepção Plástica Teresa Caria (manutenção e adaptação final Mathieu Crespin)
Fotografia António Rebolo e Nuno Neves
Concepção do Suporte Didáctico Sara Barriga
Grafismo e Ilustração do Suporte Didáctico Margarida Botelho e André da Loba
Produção Executiva Andrea Sozzi e Rita Vieira
Produção Jangada de Pedra
Apoio Centro Cultural de Belém
Projecto Financiado Ministério da Cultura, Direcção Geral das Artes

Duração
70 minutos sem intervalo
Público-alvo 7 aos 12 anos
Uma Bailarina… da coreografa Aldara Bizarro é um espectáculo/atelier que foi concebido para ser apresentado a crianças dos 7 aos 12 anos em contexto escolar ou familiar.
Num formato que reúne aspectos inerentes ao espectáculo de dança e aspectos pertencentes à oficina de dança procura proporcionar novas leituras do espectáculo, suscitando a reflexão sobre matérias relacionadas com o corpo, enquanto objecto de saber e de sentir diferente do corpo habitual, dado no contexto escolar.
As Crianças são convidadas a ver uma dança executada por uma bailarina que nessa aula toma o lugar do professor.
Através da pergunta “Qual a parte do corpo que gostas mais?” a bailarina estabelece um diálogo com os alunos em que lhes fala do corpo fazendo a ponte entre a natureza e o pensamento, acabando por fazerem todos (alunos e bailarina) a dança dos músculos.
A meio do espectáculo a bailarina leva-os para um lugar reservado da sala a fim de lhes contar um segredo. Diz-lhes de onde vem e fala-lhes do seu passado e da sua família. Com este discurso procura remeter os alunos para o significado da herança genética e da influência da cultura no corpo.
Por último, a bailarina agrupa a turma dois a dois e distribui-lhes um conjunto de tarefas para executarem, a fim de juntos, com o resultado dessas tarefas, criarem o corpo do local.
No final as crianças podem ter uma conversa informal onde poderão colocar questões sobre o espectáculo.

Suporte didáctico - O Inventário do Corpo

Será entregue um suporte didáctico do espectáculo que consiste num conjunto de propostas para serem desenvolvidas na sala de aula com a ajuda do professor.
Procura-se, desta forma, proporcionar novas leituras do espectáculo suscitando a reflexão entre alunos e professores no sentido de alargar e dar continuidade ao projecto após sua apresentação
<< Anterior
 
 
© 2015 Companhia de Dança Contemporânea de Évora. Todos os direitos reservados. fotos: Telmo Rocha design: NAD desenvolvimento: b-online.pt
      siga-nos no